O ano de 2020 transformou por completo o panorama digital. Com o aparecimento do novo coronavírus, os espaços de comércios tradicionais foram substituídos por novos canais de venda de produtos ou de serviço, nomeadamente as lojas virtuais, que acabaram por implementar uma nova concepção das compras online. Actualmente, o ecommerce é considerado um dos maiores canais de vendas no mundo digital e, com perspectivas de crescer a um ritmo acelerado por largos anos. Deste modo, é fundamental que o comércio electrónico esteja enquadrado numa estratégia de negócio. Siga os seguintes 5 passos para dinamizar o seu site de ecommerce e ao mesmo tempo alavancar as suas vendas.

  1. Up-selling e Cross-Selling

O up-selling e o cross-selling são, naturalmente, duas técnicas de venda fundamentais para o crescimento exponencial do seu negócio de comércio electrónico. O primeiro conceito visa incentivar o consumidor a adquirir uma versão mais sofisticada ou mais cara do produto que originalmente pretendia comprar. De forma a exemplificar mais facilmente este termo, apresentamos o caso de uma hamburgueria. O cliente dirige-se a um balcão para comprar um menu médio e o vendedor propõe-lhe um menu superior, por uma módica quantia. Benefício: aumento e optimização do pedido no ciclo de vendas. Ao passo que a noção cross-selling (vendas cruzadas) consiste na recomendação de produtos complementares àquele que o cliente está disposto a adquirir. Como por exemplo, na Amazon, ao seleccionar um smartphone, o site sugere-lhe uma capa de protecção ou um par de earpods para adicionar à sua experiência. 

  1. O poder do E-mail marketing

O e-mail marketing é uma ferramenta muito simples que pode ser um forte aliado no universo do e-commerce. Trata-se de um canal ideal para fomentar o relacionamento com os clientes, fidelizando-os e promovendo novas oportunidades de venda para o seu negócio online. Existem várias vantagens em enviar campanhas de e-mail marketing, nomeadamente: 

  • Divulgação de lançamento de novos produtos e promoções da loja online;
  • Aumento da conversão de vendas;
  • Diminuição da taxa dos artigos do carrinho “abandonado”;
  • Fidelização de clientes.
  1. Remarketing

Remarketing, traduzido para português significa “fazer marketing novamente”. Refere-se também uma estratégia eficiente para o aumento das taxas de conversão de vendas. É uma técnica de marketing digital direccionada em apresentar anúncios a utilizadores, isto é, potenciais clientes, que numa primeira fase demonstraram interesse por algum produto da sua loja de ecommerce,  mas por alguma razão não concluíram a compra. As redes sociais são um dos exemplos mais frequentemente utilizados pelas campanhas de remarketing, uma vez que os utilizadores passam a maior parte do seu tempo nessas plataformas. 

  1. Campanhas com promoções exclusivas


Umas das estratégias mais aplicada pelas grandes marcas é a promoção de artigos limitados a preços atractivos durante um período de tempo limitado. Deve conhecer certamente algumas das iniciativas mais populares do mercado, como a Black Friday, Cyber Monday ou a Happy Hour que tendem a provocar uma acção de compra impulsiva, resultando um aumento de venda de produtos ou de serviços estrategicamente definidos.

  1. Programa de fidelização

Como referimos anteriormente, a fidelização dos consumidores é um factor importante no comércio electrónico. Para tal, é necessário garantir constantemente a satisfação do cliente, de modo a promover um relacionamento próximo junto da marca, assim como a contínua preferência pelo seu produto. Esta estratégia proporciona diversas vantagens aos clientes, nomeadamente um programa de acumulação de pontos ou oferta de condições especiais (portes de envio, acesso a conteúdos exclusivos, promoções, entre outros).

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.