O número de marketplaces nas plataformas de ecommerce aumentou exponencialmente nos últimos anos. Após o aparecimento do novo coronavírus, a tendência cresceu, principalmente, pela facilidade de aperfeiçoar a jornada do cliente. Além disso, adicionar diversos centros de distribuição e pontos de atendimento, no meio digital, não requerem um investimento avultado. 

Apesar dessa realidade, determinados retalhistas ainda observam os marketplaces como uma moda passageira, ou pelo menos uma tendência que se extinguirá nos próximos anos. No entanto, as grandes marcas de venda online estão a apostar cada vez mais num futuro, onde os marketplaces são a forma mais importante de actuar no comércio electrónico.

Então, o que torna essa forma de venda online mais interessante em relação às lojas tradicionais? Continue a ler atentamente o artigo, pois vamos revelar a resposta.

Vantagens do Marketplace

Os excelentes resultados obtidos pelas maiores empresas de marketplaces do mundo, como a Amazon, o Mercado Libre e o eBay, transformaram e impulsionaram o mercado online e, por conseguinte, aumentaram as expectativas dos consumidores.

Nos dias de hoje, os clientes estão constantemente à procura de sites que satisfaçam, de imediato, as suas necessidades. Os consumidores actuais pretendem uma ampla oferta de produtos, entrega da encomenda no dia seguinte e um óptimo serviço de atendimento ao cliente. Esses elementos podem fazer – ou quebrar – uma venda e são cada vez mais fáceis de oferecer no marketplace. Adicionalmente, as empresas não necessitam de uma equipa técnica ou de tecnologias de informação complexas, de modo a criar este espaço.

Onde está a ameaça?

Como qualquer mudança no modelo de negócios de uma empresa, a introdução de um marketplace poderá não ser bem sucedida. Embora não seja exigido um grande investimento inicial, a margem de lucro não é elevada, uma vez que, em regra geral, os marketplaces cobram uma percentagem sobre as vendas. Algumas empresas entendem as vantagens de adicionar um canal de vendas inovador ao seu negócio (à sua loja física ou à sua loja online) mas por outro lado, existe uma maior concorrência directa no mesmo espaço.

Contudo, podemos questionar se realmente é uma ameaça? A resposta é não. É uma oportunidade para empresas em expansão, que permite aumentar as vendas e oferecer uma melhor experiência de compra de forma mais pragmática.

O Marketplace veio para ficar

Como referimos anteriormente, actualmente, os marketplaces representam uma oportunidade de crescimento para alavancar uma estratégia de marketing a partir de um modelo de negócios que permite alcançar mais clientes e oferecer diferentes opções de produtos a preços mais acessíveis. A praticidade de efectuar compras online, 24 horas por dia, em qualquer local, é difícil de competir, e os utilizadores dificilmente serão dissuadidos desta tendência.

Os marketplaces também estão a investir fortemente no atendimento ao cliente e na parte logística, por isso os bons resultados ajudam as grandes empresas a permanecerem no mercado online. Neste sentido, os pequenos retalhistas sentem mais dificuldades em competir com estes adversários.

Nesta altura deverá estar a pensar se deve adoptar este novo canal de vendas. Cabe a si decidir, mas parece ter um forte selo de aprovação tanto de vendedores como de consumidores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.